Amiga – Roberto Carlos e Erasmo

Amiga

Balada

Tom: Am

Roberto Carlos – Erasmo Carlos

Participação Especial de Maria Bethânia

Amiga perdoa se eu me meto em sua vida
Mas sinto que voce vive esquecida
De se lembrar que tudo terminou
Amiga o pano se fechou no fim do ato
Voce não aceitou da vida o fato
Que desse caso nada mais restou
Aquele por quem voce se desespera e chama
Por quem voce procura em sua cama
Na realidade a muito te esqueceu
Esqueça refaça a sua vida urgentemente
Que o tempo passa e um dia de repente
A gente chora o tempo que perdeu
Amigo eu te agradeço por sofrer comigo
mas tento me livrar e não consigo
De tudo que esse cara foi pra mim
Às vezes eu penso nele tanto que me esqueço
Que qualquer dia desses enloqueço
Por insistir num sonho que passou
Se acaso eu jogo a minha juventude à toa
Nas águas desse pranto me perdoa
E peço o teu conselho sem te ouvir
Mas ele é tudo que mais quero e que preciso
É o ar que necessito e não consigo
Me sufocando se ele não está
Amiga se quer desabafar conte comigo
Mas se voce chorar choro contigo
Amigo é pra essas coisas estou aqui