Rastreador veicular: o que é e como funciona

rastreador veicular com seguro

Nos últimos anos, muitos proprietários de veículos vêm optando pela contratação de um plano de rastreamento de veículos para ter mais uma garantia de segurança contra roubos e furtos, além dos planos de seguro. O mercado está repleto de empresas que oferecem este serviço com vários tipos de planos e recursos.

É interessante entender como funciona o rastreador veicular. Para isto, apresentamos um guia sucinto de como esta tecnologia funciona e de que modo seu veículo será protegido.

Ao contratar o serviço, a empresa instala um modulo rastreador no veículo. Este equipamento conta com duas tecnologias principais: GPS e GPRS.O GPS, basicamente, capta de um satélite as informações de latitude, longitude e direção, que vão permitir o monitoramento da localização do veículo; O GPRS transmite, à uma central, os dados captados pelo GPS, por meio de um chip bastante similar aos dos que estão presentes em aparelhos de telefone celular. Estes, ainda codificados, são enviados por meio de um sinal para a plataforma de rastreamento da central de operações, que os decodifica e os traduz em um endereço dentro de um mapa geográfico.

Quando o veículo está com a sua ignição ligada, um pacote de dados, com as informações de localização e velocidade do automóvel, é enviado de minuto em minuto para o sistema de monitoramento. Quando está parado, o sinal com estes dados é enviado a cada 12 horas.

Muitas empresas oferecem recursos para que os usuários possam monitorar via internet – seja por computador ou aplicativo – a localização de seus veículos. O mais comum é que se ofereça um usuário e uma senha no sistema da empresa para que cliente possa acessá-lo de qualquer lugar que esteja.

Rastreador veicular com seguro

Em casos de roubos ou furtos, o usuário pode comunicar-se com a empresa de segurança e monitoramento – geralmente via um telefone 0800 – e a equipe responsável irá, em menos de um minuto, enviar um sinal para que o veículo seja bloqueado. Este sinal irá atuar diretamente na bomba de combustível ou ignição, permitindo que o carro pare lentamente.

Mais informações acesse: http://e-cota.com/rastreador-veicular/

Em seguida, a empresa que gerencia o rastreamento envia uma equipe de seguranças até o local recuperar o automóvel. Estima-se que este processo – da ligação de aviso do roubo até a recuperação do veículo – tenha a duração média de uma hora.

As empresas estimam a possibilidade de margem de erro quanto á localização do veículo de cerca de 15 a 20 metros, o que não influencia em nada a recuperação do mesmo. Nestes casos, um alarme é acionado para facilitar a localização do automóvel.

Um recurso interessante é o botão de pânico que pode ser acionado em caso de seqüestro. Localizado em locais discretos, o botão permite que as equipes de segurança monitorem o trajeto do carro seqüestrado. Tanto no caso de roubo ou seqüestro, a polícia é avisada.